5 Características dos melhores forrozeiros da pista

O que faz alguém ser um bom dançarino de forró? E que tal levarmos a conversa para além do forró? Vamos falar de danças a dois em geral? Quais são as características dos favoritos nas pistas de dança?



Baseado em 15 anos de experiência como frequentador assíduo de eventos de forró e mais de 3 anos dando aulas semanais em Manhattan, Nova Iorque, eu fiz essa lista com 5 características que os forrozeiros mais requisitados da pista de dança tem.


1. A habilidade de conectar com a música


Musicalidade é um dos elementos mais importantes na dança. Dançarinos musicais vão além da capacidade de identificar o ritmo e dançar no tempo, eles conseguem interpretar sutilezas da música e sincronizar movimentos ao que a banda esta tocando.


2. A habilidade de conectar com o parceiro


Forró é uma dança a dois, uma dança social. A habilidade de se conectar com o parceiro é um elemento chave nesse tipo de dança. Bons forrozeiros são capazes de criar empatia e sincronismo com o parceiro durante a dança.


3. Ser capaz de controlar a transferência de peso e equilibrio


A habilidade de controlar movimentos corporais, a transferência de peso e o equilíbrio são características muito importantes. Essa habilidade é essencial para conseguir executar os movimentos corretamente. Esse controle corporal facilita a dança como um todo e aumenta as possibilidade de interação criativa com o parceiro.


4. Ter um bom repertório de passos


A dança é uma língua. Bons forrozeiros sabem "palavras" e "frases" suficientes para conseguirem se comunicar e ser criativos dentro dessa linguagem. Você não precisa saber um número gigante de passos e sequências complicadas para ser um bom dançarino de forró, mas você precisa ter um repertório básico para conseguir "falar a mesma língua" do seu parceiro e manter a dança interessante.


5. Ser capaz e estar disposto a se adaptar


Cada parceiro é diferente. Cada canção e cada apresentação musical é diferente. Bons forrozeiros tem a habilidade de adaptar sua maneira de dançar para aproveitar cada dança da melhor maneira possível.


Essa característica se relaciona com os dois primeiros itens da lista: musicalidade e conexão. Bons dançarinos adaptam a maneira de dançar de acordo com a música tocada e adaptam o uso do corpo para criar a melhor conexão possível com o parceiro.

Eu escrevi essa lista logo depois de gravar os vídeos do curso de forró online para iniciantes. Esse curso com mais de 5 horas de conteúdo foi criado para ensinar a técnica e passos mais importantes do forró para qualquer pessoas que esteja começando a dançar. Além desse cursos eu também preparei outros cursos que podem ajudar qualquer um a desenvolver sua musicalidade e habilidade de contactar com o parceiro. Caso você esteja interessado, coloquei os links abaixo (as aulas são em inglês):

Sobre o autor

Rafael Piccolotto de Lima é apaixonado pelas artes, doutor em música e foi indicado ao Grammy Latino como melhor compositor de música clássica em 2013. Para ele todas as formas de expressão são de alguma maneira correlacionadas, gerando seu interesse e atuação diversificada; de fraque nas salas de concerto até sapato de dança no chão batido do salão. Nascido em Campinas, São Paulo, hoje ele reside a margem do Rio Hudson com vista para o sul de Manhattan.


Website: www.rafaelpdelima.com

YouTube Channel: www.youtube.com/rafaelpdelima

Instagram: www.instagram.com/rafaelpiccolottodelima/

Facebook: www.facebook.com/RafaelPiccolottodeLima/

19 views

Thank you for your visit!

  • Black Facebook Icon
  • YouTube - Black Circle

© 2017-2020 Forró New York

Created and edited by Rafael Piccolotto de Lima.